Religião

Arquidiocese de Mariana celebra Semana Nacional da Vida

Publicado dia 01/10/2021 às 18h21min
Além dos vídeos, a Pastoral Familiar da Arquidiocese de Mariana promoverá duas lives na abertura e no encerramento da Semana.

A Igreja no Brasil celebra entre os dias 01 e 08 de outubro aSemana Nacional da Vida e o Dia do Nascituro. Organizada pela Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Comissão Nacional da Pastoral Familiar, para este ano, o tema a ser refletido é “Família, Santuário da Vida” e o lema “Os filhos são bênçãos do Senhor; os frutos do ventre, um mimo do Senhor” (Sal 127 126, 3).

 

Em sintonia com a Igreja no Brasil,a Arquidiocese de Mariana, por meio da Coordenação Arquidiocesana da Pastoral Familiar, promoverá ao longo dessa semana uma série de ações a fim de refletir melhor sobre a temática proposta. Para isso, serão divulgados diariamente, sempre às 17h, vídeos abordando sobre os temas da Hora da Vida, subsídio elaborado Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, por meio da Comissão Nacional da Pastoral Familiar, além da realização de duas lives. A Hora da Vida foi inspirada na carta encíclica Evangelium Vitae, de São João Paulo II, sobre o valor e a inviolabilidade da vida humana.

 

Confira a programação:

  • 01/10: 1º Encontro – O valor incomparável da pessoa humana
  • 02/10: 2º Encontro – Na raiz da violência contra a vida
  • 03/10: 3º Encontro – Sinais de esperança e convite ao compromisso
  • 04/10: 4º Encontro – A vida é sempre um bem
  • 05/10: 5º Encontro – Veneração e amor pela vida dos outros
  • 06/10: 6º Encontro – A vida humana é sagrada e inviolável
  • 07/10: 7º Encontro – Anunciar o Evangelho da Vida
  • 08/10: Dia do Nascituro – Os filhos são Bênçãos do Senhor

Lives

Além dos vídeos, a Pastoral Familiar da Arquidiocese de Mariana promoverá duas lives na abertura e no encerramento da Semana Nacional da Vida para nos ajudar a vivenciar bem este momento de graça e oração. A primeira live será nesta sexta-feira, 01 de outubro, às 20h30, com o psicólogo Ricardo Oliveira, para falar sobre “A fragilidade da vida e os sinais de esperança”. 

 Já no dia 08 de outubro, Dia do Nascituro e encerramento da semana, também às 20h30, a conversa será com o médico ginecologista André Canuto sobre “Os filhos são bênçãos do Senhor”. Toda a programação serão transmitida pelas redes sociais (Facebook e YouTube) da Arquidiocese de Mariana.

Sinal da Alegria

O subsídio Hora da Vida aponta algumas iniciativas que podem ser realizadas em prol da defesa da vida, com gestos de alegria e de esperança. Além das atividades já previstas nas dioceses e arquidioceses, paróquias ou comunidades, a Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) propõe que no dia 1º de outubro, dia da abertura da Semana Nacional da Vida, os sinos de todas as Igrejas no Brasil toquem às 12h, às 15h e às 18h, acompanhado da ‘Oração do Nascituro’ (Página 58) simbolizando assim a alegria em celebrarmos e valorizarmos a vida.

Sinal da Esperança

Já no dia do Nascituro, celebrado em 08 de outubro, um gesto para propagar a ‘Luz de Cristo’ para que possa iluminar e proteger as vidas vulneráveis e indefesas, é, em um espaço público ou em frente às igrejas, acender o maior número de velas e rezar novamente a ‘Oração do Nascituro’, num sinal de esperança.

Materiais de apoio 

Para auxiliar na divulgação da Semana Nacional da Vida, utilize os materiais preparados pela Secretaria Executiva Nacional da Pastoral Familiar. Baixe no link: https://bit.ly/PacoteSNV21

Além disso, também foi disponibilizado gratuitamente um material de estudos e de reflexões que aborda os assuntos que serão discutidos durante a Semana Nacional da Vida 2021.

 

Oração inicial 

Ó Maria, aurora do mundo novo, Mãe dos viventes, confiamos-vos a causa da vida: olhai, Mãe, para o número sem fim de crianças a quem é impedido nascer, de pobres para quem se torna difícil viver, de homens e mulheres vítimas de inumana violência, de idosos e doentes assassinados pela indiferença ou por uma suposta compaixão. Fazei com que todos aqueles que creem no vosso Filho saibam anunciar com desassombro e amor aos homens do nosso tempo o Evangelho da vida. Alcançai-lhes a graça de o acolher como um dom sempre novo, a alegria de o celebrar com gratidão em toda a sua existência, e a coragem para o testemunhar com laboriosa tenacidade, para construírem, juntamente com todos os homens de boa vontade, a civilização da verdade e do amor, para louvor e glória de Deus Criador e amante da vida. Amém

Oração final/Oração à Sagrada Família 

 

Jesus, Maria e José, em vós contemplamos o esplendor do verdadeiro amor, confiantes, a vós nos consagramos. Sagrada Família de Nazaré, tornai também as nossas famílias lugares de comunhão e cenáculos de oração, autênticas escolas do Evangelho e pequenas igrejas domésticas. Sagrada Família de Nazaré, que nunca mais haja nas famílias episódios de violência, de fechamento e divisão; e quem tiver sido ferido ou escandalizado seja rapidamente consolado e curado. Sagrada Família de Nazaré, fazei que todos nos tornemos conscientes do caráter sagrado e inviolável da família, da sua beleza no projeto de Deus. Jesus, Maria e José, ouvi-nos e acolhei a nossa súplica. Amém.

Fonte: Arquidiocese de Mariana